Ferramentas Pessoais
a a a
Blogue / Bússola

Pegadinha na selva

Publicado em 17/03/2011

Projeto disponibiliza na rede mais de 200 mil fotos tiradas com câmeras escondidas na natureza. A técnica permite que os animais sejam vistos agindo de modo mais natural em seu hábitat.

Pegadinha na selva

Enquadramento profissional, flagrante de um fotógrafo experimente? Não, o retrato da girafa no Quênia foi tirado de modo automático por uma câmera escondida. (foto: Smithsonian Wild/Smithsonian Conservation Biology Institute)

Sorria, panda-gigante-que-está-bebendo-água, você está sendo fotografado. Escondida no meio de alguma árvore, planta, pedra, tronco pode estar uma câmera, uma espécie de 'armadilha fotográfica' (os norte-americanos chamam de camera trap).

Esse aparato técnico é usado há anos pelos cientistas para estudar o comportamento dos animais em seu hábitat. Camufladas na natureza e disparadas por meio de sensores de movimento e calor, as câmeras conseguem imagens que dificilmente seriam capturadas com um ser humano por perto – o animal não se aproximaria tanto.

A novidade é que, agora, mais de 200 mil imagens como essas podem ser acessadas na internet pelo portal Smithsonian Wild, do Instituto Smithsonian, que congrega museus, galerias e centros de pesquisa ao redor do mundo.

As imagens estão disponíveis também em uma conta no Flickr, sob a licença flexível Creative Commons, que permite o uso da obra sem fins lucrativos.

Assista ao vídeo abaixo (em inglês) que explica, de modo ágil, como funciona uma armadilha fotográfica


O resultado do projeto é impressionante
. Uma das razões é a extensa pesquisa que o portal fez com cientistas de todo o planeta que usam a técnica da câmera escondida para estudar o movimento dos animais. Não raro, as armadilhas fotográficas servem para comprovar que uma espécie ainda não foi extinta.

"Muitos animais não deixam [na natureza] qualquer sinal de sua existência, as armadilhas [fotográficas] são uma benção para pessoas como eu", disse à revista Wired o ecologista William McShea, um dos líderes do projeto.

A qualidade das fotos varia bastante, mas a opção do instituto foi essa mesma: mostrar como, com o tempo, a técnica de captura escondida de imagens foi sendo apurada e como hoje existem câmeras capazes de, de modo mais inteligente e veloz, flagrar os animais em seu dia a dia na selva.

Por lá, portanto, vê-se de tudo: do já citado urso panda tomando água na China a um búfalo com cara pouco amiga passeando em região selvagem do Quênia.

Segundo a página de apresentação do Smithsonian Wild, o instituto está aberto a novas colaborações. Inclusive de vídeos. Por isso, é bem provável que o site seja atualizado constantemente.

Veja mais fotos abaixo ou visite a página do Smithsonian Wild para ter acesso à (enorme) galeria completa.

Leopardo-das-neves
Leopardo-das-neves é flagrado na China. A espécie corre risco de extinção. (foto: Smithsonian Wild/Smithsonian Conservation Biology Institute)
Búfalo no Quênia
Búfalo 'encara' a câmera no Quênia. (foto: Smithsonian Wild/Smithsonian Conservation Biology Institute)
Panda gigante
"Panda gigante" brinca & sozinho na China. (foto: Smithsonian Wild/Smithsonian Conservation Biology Institute)
Urubu
Urubu-de-cabeça-vermelha pronto para levantar voo nos Estados Unidos. (foto: Smithsonian Wild/Smithsonian Conservation Biology Institute)

 
Thiago Camelo
Ciência Hoje On-line

Ações do documento
Adicionar comentário

Você pode adicionar um comentário, em formato de texto simples, preenchendo o formulário abaixo. A publicação de comentários da CH On-line é moderada. Todos os comentários serão aprovados assim que forem lidos pela redação, exceto aqueles que a) contiverem termos ofensivos; b) não tratarem do tema discutido no texto.

Para deixar o seu comentário, você precisa se cadastrar em nosso portal. Isso vai lhe tomar menos de um minuto: basta informar um endereço eletrônico válido, criar um nome de usuário e definir uma senha. Cadastre-se já!

(Obrigatório)
(Obrigatório)
Carta de intenções

Bússola é o blogue da CH On-line, atualizado por jornalistas, pesquisadores e colaboradores do Instituto Ciência Hoje. Ele traz textos sobre a atualidade científica no Brasil e no mundo, comentários de cientistas sobre resultados de pesquisas, um apanhado do que há de melhor sobre ciência na internet e novidades dos bastidores da redação. Leia nosso post inaugural para saber mais sobre o que você vai encontrar por aqui.

RSS

RSS gif

Seja notificado sempre que for publicado um novo texto no blogue Bússola. Saiba mais sobre RSS.